Cigás anuncia obras com tubos de aço em gasoduto

-

A Companhia de Gás do Amazonas (Cigás) iniciará no dia 15 de maio as obras nos tubos de aço do gasoduto em Manaus para o fornecimento de Gás Natural (GN) à empresas do setor industrial da cidade. De acordo com o presidente da Cigás, Lino Chíxaro, nove empresas dos segmentos químico e de alimentação, e mais um posto de combustível localizados na Avenida Torquato Tapajós, que passará a trabalhar com o Gás Natural Veicular (GNV), serão atendidos na primeira etapa da extensão.

Cerca de R$ 10 milhões serão investidos para a construção de mais 4,5 quilômetros do gasoduto e contratos com empresas que fornecem tubos de aço, válvulas, estação de medição e regulagem do GN, controle de medição de gás, tubos de aço para fibra ótica da rede e a empresa responsável pela fiscalização do serviço. A licitação foi vencida por uma empresa do Espírito Santo e a obra deve ser entregue em agosto deste ano.

“Vamos atender primeiro as empresas da Torquato Tapajós porque as obras são mais simples e porque elas demandaram o gás nesse momento. Conseguimos a contratação de 100 mil metros cúbicos por dia, dos quase 500 mil que temos a disposição. Estamos avançando e vamos ao Distrito Industrial a partir do ano que vem. Completando a parte industrial, partiremos para a residencial?, disse Lino Chíxaro.

As fábricas que mudarão a matriz energética para trabalhar com o GN são dos segmentos químico e de alimentação. A Cigás negocia também com uma distribuidora para levar o GNV a mais dois postos de combustível da cidade, ampliando assim, os pontos de venda do produto.

A tabela de preços do Gás Natural para a indústria foi estabelecida em janeiro de 2010 e varia conforme o consumo. O preço do metro cúbico vai de R$ 1,21 a R$ 1,57, já com impostos inclusos. A tarifa do GNV é de R$ 1,23, somando os impostos, com pagamento a vista. Em Manaus, a atual rede de tubulações do gasoduto é de 42,3 quilômetros e está instalado nas avenidas Torquato Tapajós e Constantino Nery, além das rodovias BR-174 e AM-010.

Reestruturação do fornecimento de GNV
A Cigás trabalha na reestruturação do fornecimento do GNV nos postos de combustível de Manaus e fechou uma parceria com uma rede de postos de combustível para ampliação da rede de distribuição do produto.

O Presidente da Cigás, Lino Chíxaro afirmou que um posto de combustível na entrada do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes comercializará o produto nos próximos meses. ?É importante que os taxistas saibam que vamos trabalhar agora com postos canalizados, então não haverá mais falta de gás?, disse.

A Cigás prevê a expansão da venda de GNV para toda a população, a partir de julho deste ano. Para incentivar a adesão, a companhia encaminhou para avaliação do governador Omar Aziz um projeto de concessão de incentivos fiscais e acesso a crédito, através da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), para que os motoristas possam fazer a conversão e utilizar o produto.

Fonte: G1 (http://g1.globo.com/amazonas/noticia/2012/03/cigas-anuncia-obras-no-gasoduto-para-atender-industrias-do-pim.html)