Metalon: tudo o que você precisa saber

-

Metalon é um dos materiais mais utilizados, de ampla resistência e muita popularidade entre empreiteiros em busca de um produto de alta qualidade em seus projetos – sejam eles de construção civil ou para o desenvolvimento de infraestrutura industrial.

Seu processo de produção, por meio da fundição, possui formatos bem definidos, como os quadriláteros retângulos e os quadrados, por exemplo. Isso dá uma rigidez louvável ao material, que garante um acabamento durável à necessidade do projeto em que o metalon é empregado.

Toda essa qualidade de durabilidade e resistência para grandes obras são reforçadas, ainda, pela leveza do material, uma vez que o metalon é composto por materiais metálicos cuja relação de custo-benefício fica “mais em conta” para se adequar aos orçamentos – nem sempre flexíveis e abonados.

metalon

 

Resistência à umidade e à deterioração

Além da sua leveza, se comparado a outros tipos de materiais metálicos utilizados na construção civil (o que garante mais velocidade no cumprimento de prazos, no canteiro de obras), o metalon se destaca, também, por ser um material que resiste bem à umidade e à deterioração comum ao tempo.

Assim, suas aplicações nos projetos são muitas, além de variadas e estarem presentes em obras que mal tínhamos ideia, como, por exemplo, na fabricação de grades, janelas, portões, caneletas de aço e, também, como estrutura de cabeamento. Isso, inclusive, no que diz respeito a obras relacionadas à construção civil.

 

Metalon – Obras e os projetos industriais

As indústrias, por sua vez, têm se apegado à versatilidade do metalon para compor a solidez das suas estruturas monumentais e de desgastante rotina. A quantidade de carbono concentrado em sua composição permite que seja utilizado em condições extremas nas quais as indústrias se colocam, dependendo do ramo de atuação, como o setor químico, por exemplo.

Entre as outras aplicações do metalon em obras e projetos, destacam-se as coberturas de obras arquitetônicas, como estádios de futebol, por exemplo (os estádios brasileiros, erguidos ou reformados para a Copa do Mundo, utilizam o metalon); seu uso em tubulações elétricas e hidráulicas (aqui, uma vez mais, em indústrias, principalmente, já que o metalon é um produto antioxidante e anticorrosivo); ou mesmo na confecção e desenvolvimento de equipamentos voltados à área fitness, sendo o material determinante para a criação de equipamentos para academia (sendo ele, também, um produto de fácil higienização).