Normas Técnicas ABNT

NBR 6591
- Tubos de aço carbono, com costura, para fins estruturais e industriais em geral, sem exigências de propriedades mecânicas ou acabamento, porém com propriedades químicas definidas.
- Fornecidos em seção circular, quadrada ou retangular.

NBR 8261
- Similar à norma ASTM A-500;
- Tubos de aço carbono, com ou sem costura, formados a frio, destinados a aplicação em estruturas soldadas, parafusadas ou rebitadas.
- Fornecidos em seção circular, quadrada ou retangular;
- Fornecidos nos graus A, B e C, que se diferenciam por sua composição química, tratamento térmico e propriedades mecânicas de acordo com os valores das tabelas abaixo:

tabela_normas_I (1)

NBR 5580
- Similar à norma DIN 2440;
- Tubos de aço carbono de seção circular, para usos comuns na condução de fluidos não-corrosivos;
- Fornecidos nas classes L (Leve), M (Médio) e P (Pesado); com solda longitudinal por alta frequência, com ou sem revestimento de zinco. Possui propriedades químicas e mecânicas definidas.
- Todos os tubos de aço carbono fornecidos nesta norma, devem ser submetidos ao ensaio de pressão hidrostática, devendo ser submetido a uma pressão de 5MPa durante um tempo mínimo de 5 segundos.

NBR 5590
- Similar à ASTM A-53.- Tubos de aço carbono de seção circular, com ou sem costura, pretos ou galvanizados por imersão a quente, para condução de fluidos com requisitos de qualidade.- Fornecidos nos graus A e B, sendo o grau A apto a ser dobrado e flangeado; e grau B podendo sofrer flangeamento e dobramento limitados. Possui propriedades químicas e mecânicas definidas.- Fornecidos com ou sem rosca, com extremidades lisas ou biseladas.

 

ASTM

ASTM A53
- Similar à norma brasileira NBR 5590;
- Tubos de aço carbono de seção circular, com ou sem costura, pretos ou galvanizados por imersão a quente, para condução de fluidos. Possui propriedades químicas e mecânicas definidas.
- Fornecidos nos graus A e B, sendo o grau A apto a ser dobrado e flangeado; e grau B podendo sofrer flangeamento e dobramento limitados.
- Fornecidos com ou sem rosca, com extremidades lisas ou biseladas.

ASTM A106
- Tubos de aço carbono de seção circular, sem costura, pretos ou galvanizados por imersão a quente, para condução de fluidos em altas temperaturas – até 470ºC. Possui propriedades químicas e mecânicas definidas.
- Fornecidos nos graus A e B, sendo o grau A apto a ser dobrado e flangeado; e grau B podendo sofrer flangeamento e dobramento limitados. Possui propriedades químicas e mecânicas definidas.

ASTM A120
- Norma cancelada em seu instituto de origem no ano de 1987; sendo substituída pela norma ASTM A53;
- Tubos de aço carbono pretos ou galvanizados por imersão a quente, para condução de fluidos ordinários.

ASTM A178
- Tubos de aço carbono de seção circular, com costura, para utilização em caldeiras, serpentinas de aquecimento, evaporadores, geradores de vapor, condensadores, pré-aquecedores e condução de gases similares, fornecidos em vários graus de matéria-prima.
- Podem ser submetidos a deformações a frio, como flangeamento, dobramento, sem necessidade de aquecimento das pontas;
- Todos os materiais nesta norma são submetidos ao ensaio hidrostático durante um tempo mínimo de 5 segundos;
- São fornecidos com propriedades químicas e mecânicas definidas.

ASTM A214
- São tubos de aço carbono de seção circular, com costura, indicados para uso em trocadores de calor, condensadores, caldeiras e outros aparelhos similares de transferência de calor;
- Estes tubos de aço são aptos para serem trabalhados a frio, em operações tais como flangeamento, dobramento, achatamento, ovalização, confecção de serpentinas, aletamento, dentre outros;
- Todos os tubos de aço fornecidos nesta norma, são tratados termicamente em temperatura superior a 650ºC, o que garante uniformidade de dureza (máx. 72 RB) e superfícies interna e externa limpas;
- Todos os materiais nesta norma são submetidos ao ensaio hidrostático durante um tempo mínimo de 5 segundos.

ASTM A500
- Similar à norma brasileira NBR 8261;
- Tubos de aço carbono, com ou sem costura, formados a frio, destinado a aplicação em estruturas soldadas, parafusadas ou rebitadas;
- Fornecidos em seção circular, quadrada ou retangular;
- Fornecidos nos graus A, B e C, que se diferenciam por sua composição química, tratamento térmico e propriedades mecânicas.

 

DIN

DIN 2440
- Similar à norma brasileira NBR 5580;
- Tubos de aço carbono de seção circular, com costura, para usos comuns na condução de fluidos não-corrosivos;
- Fornecidos nas classes L (Leve), M (Médio) e P (Pesado); com ou sem solda longitudinal por alta frequência, com ou sem revestimento de zinco. Possui propriedades químicas e mecânicas definidas;
- Todos os tubos de aço carbono fornecidos nesta norma devem ser submetidos ao ensaio de pressão hidrostática, devendo ser submetido a uma pressão de 5MPa durante um tempo mínimo de 5 segundos.

DIN 2391
- Tubos de aço de precisão, trefilados, fornecidos na seção circular, sem costura, com tolerâncias dimensionais restritas, com propriedades mecânicas definidas.
- As aplicações destes tubos de aço são determinadas pelas características de elevada precisão dimensional nos diâmetros externo e interno e sua superfície lisa devido ao processo de trefilação ao qual são submetidos.
- Fornecidos nos graus A (sem exigências especiais ou certificados de inspeção), B (com exigências e testes específicos) e C (outros tipos de aço, propriedades mecânicas ou estados de fornecimento não enquadrados nos graus anteriores);
- Estes tubos podem também ser fornecidos nos estados:
a) Trefilado duro (BK) – não há tratamentos térmicos após a última deformação a frio;
b) Trefilado macio (BKW) – após o último tratamento térmico, estes tubos de aço sofrem leve redução a frio;
c) Recozido (GBK) – após a última deformação a frio, os tubos são recozidos em forno de atmosfera controlada;
d) Normalizado (NBK) – Os tubos são tratados termicamente acima da zona crítica em forno de atmosfera controlada.

DIN 2393
- Tubos de aço de precisão, trefilados, com costura, fornecidos na seção circular, com tolerâncias dimensionais restritas, com propriedades mecânicas definidas;
- São utilizados para fins mecânicos ou em equipamentos hidráulicos, que exigem grande exatidão dimensional. São tubos de aço onde se garante boa qualidade de superfície, adequada para receber outros tratamentos posteriores (como revestimentos em Ni ou Cr);
- Estes tubos podem também ser fornecidos nos estados:
a) Trefilado duro (BK) – não há tratamentos térmicos após a última deformação a frio;
b) Trefilado macio (BKW) – após o último tratamento térmico, estes tubos de aço sofrem leve redução a frio;
c) Recozido (GBK) – após a última deformação a frio, os tubos são recozidos em forno de atmosfera controlada;
d) Normalizado (NBK) – Os tubos são tratados termicamente acima da zona crítica em forno de atmosfera controlada.

DIN 2394
- Tubos de aço de exatidão dimensional, laminados direto de máquina formadora, com costura, fornecidos na seção circular, com tolerâncias dimensionais restritas, com propriedades mecânicas definidas;
- São tubos de aço largamente utilizados na indústria de auto-peças, indústria moveleira, indústria de bicicletas, dentre outras.

DIN 2458
- Tubos de aço fornecidos na seção circular, laminados direto de máquina formadora, com costura, com rebarba interna obrigatoriamente removida;
- São tubos de aço utilizados em evaporadores, aquecedores, condutores de gases e de superaquecedores, fornecidos em aço SAE 1008/1012, sem especificação de análise.
- São tubos tratados termicamente, permitindo deformações a frio, tais como mandrilhamento, dobramento, flangeamento ou conificação.

 

API

API 5L
- Tubos de aço fornecidos com ou sem costura, utilizados na na condução de petróleo, bem como seus produtos relacionados em refinarias, indústria petroquímicas, como água, gás natural e outros gases;
- Fornecidos com extremidades biseladas, principalmente nos graus A e B. Outros graus de aço, podem ser estudados para estes tubos.

Normas Técnicas