Aço carbono: o que é e para que serve? - Tubos de aço de car
  • Avenida Amadeu Poli, 60 - Parque Novo Mundo - São Paulo - SP
  • vendas@tubonasa.com.br
Segunda a Quinta das 8h às 18h
Sexta das 8h às 17h - (11) 2954-0299

Notícias / Aço carbono: o que é e para que serve?

Aço carbono: o que é e para que serve?

Na hora de fazer a aquisição de tubos de aço, a melhor opção do mercado são os feitos de carbono; no entanto, a compra levanta uma dúvida muito comum: o aço carbono enferruja?

Temos a definição já estabelecida que a maioria dos componentes metálicos sofrem com as intempéries do tempo e exigem cuidado e manutenção, para garantir a longevidade do item e manter a sua eficiência.

Então, o aço carbono, que é um material tão resistente e está presente em diversos projetos da construção civil e ao nível industrial, também faz parte desse grupo?

A Tubonasa, sua especialista em tubos de aço carbono, traz um guia completo sobre esse tema!

Acompanhe nosso artigo logo abaixo para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto e saber, afinal de contas, o aço carbono enferruja realmente.

Se você deseja saber mais sobre tubos de aço carbono, suas aplicabilidades e os principais tipos utilizados na indústria, confira aqui.

Boa leitura!

O que é aço carbono?

Antes de explicarmos se o aço carbono enferruja, é importante começarmos esse guia falando sobre conceitos básicos acerca desse material, fundamental para entendermos a sua composição.

O aço carbono é resultado da combinação de dois elementos, ferro e carbono, que juntos compõem uma liga metálica amplamente empregada na indústria e na construção civil.

Essa constituição de liga confere ao aço o seu nível de resistência mecânica, dispondo de 0,008% a 2,11% de concentração de carbono em sua composição. 

O ferro gusa, produto imediato da redução do minério de ferro pelo coque ou carvão e calcário em altas temperaturas, é a base utilizada para criar diversos tipos de aço.

Afinal, o aço carbono enferruja?

Sim, o aço carbono enferruja: e já vamos te dar essa resposta de forma bem clara e objetiva.

Como acontece com a maioria dos compostos metálicos, o aço fabricado em carbono também sofre com as influências do tempo, sendo a mais famosa delas, a oxidação.

Isso ocorre, essencialmente, porque existe uma interação natural, e inevitável, entre os átomos presentes na superfície de metal, quando em contato com o oxigênio.

Em uma comparação bem simples e que todo mundo conhece, seria o equivalente a um portão de ferro ficar coberto de ferrugem depois de um tempo — na verdade, o nome do processo até se deriva disso.

O processo de origina de duas reações químicas fundamentais:

  • - oxidação, que é a retirada dos elétrons livres de um átomo;

  • - redução, que é quando um átomo adquire elétrons livres para sua composição.

É importante destacar, também, que, quando em comparação ao aço inoxidável, o aço carbono possui menor resistência à corrosão. 

No entanto, a depender da concentração de carbono, a resistência à oxidação se eleva; esse tipo de característica vai variar conforme a fabricação e destinação do aço carbono em questão. 

Dentre outras diversas aplicações, o tubo de aço carbono é amplamente utilizado em estruturas de portões e superaquecedores.

Tipos de aço carbono

Agora você já sabe que o aço carbono enferruja — mas será que essa é a única condição para esse material, e que toda aplicação de aço carbono vai demandar manutenções constantes?

A verdade é que, no mercado, temos disponíveis mais de um tipo de aço em carbono.

Existem diversos elementos que garantem ao ferro a dureza necessária; o carbono é apenas o principal elemento endurecedor. 

Além dele, manganês, silício e o fósforo também regulam o nível de resistência do aço. 

A quantidade de carbono define sua classificação em: baixo, médio e alto. 

Existem 3 tipos de aço carbono, e cada um possui características e aplicações próprias. 

Separamos o conceito de cada um deles logo abaixo; confira:

Baixo carbono (até 0,30% de carbono)

Este tipo de aço carbono possui baixa resistência, porém, é usinável e soldável. 

Possui baixa dureza e alta tenacidade e ductilidade; além disso, de forma geral, não é tratado termicamente.

Médio carbono (de 0,30% a 0,60%)

Já os de médio carbono, com as porcentagens definidas acima, possuem uma maior resistência para tratamento térmico, além de dureza e menor tenacidade e ductilidade em relação ao baixo carbono. 

O médio carbono, ainda, possui uma boa temperabilidade em água e é um dos tipos mais comuns de aço.

Alto carbono (acima de 0,60%)

Este tipo é o de maior resistência ao desgaste e dureza. 

No entanto, o alto carbono possui menor ductilidade quando comparado aos demais. 

Geralmente, são utilizados temperados ou revenidos, possuindo propriedades de manutenção de um bom fio de corte.

Qual tipo de aço que não enferruja?

Como citamos, o aço carbono enferruja, mas existem tecnologias que oferecem opções de aço que são mais resistentes a processos de corrosão e oxidação.

O aço inoxidável, como o próprio nome já indica, é um desses tipos.

Sua principal característica é a presença do cromo, que atua como um agente de liga.

Abordando suas especificações, o aço inoxidável tem 1,5% de carbono e, em contrapartida, ao menos 10,5% de cromo — e é a presença desse componente que evita que ele sofra com processos de oxidação como outros tipos de aço.

Ainda, o aço galvanizado é uma outra alternativa para ajudar na preservação do aço carbono de casos de ferrugem.

Nesse tipo de aço, a peça recebe um banho de zinco, que atua como uma camada externa e cumpre o papel de barreira física entre o metal em questão e os fatores do ambiente.

Assim, o aço galvanizado não sofre com processos de corrosão, uma vez que o revestimento de zinco evita esse desgaste.

Principais aplicações do aço carbono

Mesmo com a possibilidade de enferrujar, o aço carbono ainda é um dos mais utilizados em projetos diversos.

Isso porque esse é um item bastante versátil, que pode estar presente em variadas aplicações.

Confira abaixo as principais delas:

  • - hidrantes;

  • - brinquedos;

  • - construção civil;

  • - corrimões de escadas;

  • - uso industrial e comercial;

  • - equipamentos hospitalares;

  • - equipamentos de ginástica;

  • - rodas e equipamentos ferroviários;

  • - placas para produção de tubos de aço;

  • - estruturas metálicas como estandes, usinagens e serralheria;

  • - matéria-prima para obras arquitetônicas e de arte contemporânea;

  • - engrenagens para peças de máquinas que necessitam de alta resistência mecânica.

Classificação dos aços carbono

O sistema de classificação mais adotado na prática é o SAE-AISI, no qual o aço carbono utiliza o grupo 1xxx, classificado como:

10xx:

Aço carbono comum

11xx:

Ressulfurado

12xx:

Ressulfurado e Refosforado

13xx:

Contém cerca de 1,75% de Manganês

14xx:

Contém uma concentração de Nióbio

15xx:

Aço carbono com alto teor de Manganês

Observação: aços carbono que contam com requisitos de temperabilidade adicionais possuem um “H” após a classificação. 

Os “xx” representam a concentração de carbono no aço. Por exemplo: O aço 1030 possui aproximadamente 0,30% de carbono em sua composição. Quais os benefícios do aço carbono?

Não é porque o aço carbono enferruja que ele vai deixar de ser vantajoso para o seu projeto!

Com um dos materiais mais utilizados para a fabricação de tubos de outras ferramentas, o aço carbono oferece uma série de benefícios, muitos deles exclusivos desse tipo de componente.

São eles:

  • - versatilidade;

  • - alta resistência;

  • - alta durabilidade;

  • - alta soldabilidade;

  • - baixo ponto de fusão;

  • - ótimo custo-benefício;

  • - diferentes aplicabilidades.

Ainda, existem algumas propriedades do aço carbono que se destacam como vantagens, também: 

  • - propriedades de dureza relativa;

  • - suportar altas temperaturas e pressões;

  • - ductilidade diminui com o teor de carbono;

  • - podem ser utilizados em instalações elétricas;

  • - resistência aumenta conforme o teor de carbono.

5 curiosidades sobre o aço carbono

Além de saber que o aço carbono enferruja, você agora sabe que, apesar dessa característica, esse material é uma das melhores e mais vantajosas escolhas para o seu projeto!

Combinando versatilidade e resistência, os tubos de aço carbono são aplicáveis nos mais variados segmentos — e ainda apresentam outras características bem interessantes.

Para deixar esse guia ainda mais completo, separamos aqui algumas curiosidades sobre esse material; acompanhe:

  • - é reciclável!;

  • - amplamente utilizado;

  • - possui tratamento térmico;

  • - conta com diferentes graus de resistência;

  • - o aço carbono possui boa soldabilidade, sendo ideal para projetos de soldagem.

Sua alta resistência e baixo custo são alguns dos principais atrativos que tornam o aço carbono tão escolhido por operações industriais.

As aplicações são muitas: construção civil, fabricação de veículos, e até mesmo como matéria-prima para ferramentas e utensílios usados em casa.


Tubonasa é a sua especialista em tubos de aço carbono: clique aqui para conferir o nosso catálogo!

Conclusão

Agora você já sabe que o aço carbono enferruja, e que pode ser utilizado em diversos tipos de projetos!

Os tubos de aço carbono podem ser encontrados em diferentes modelos e formatos, e são a melhor pedida para quem deseja investir em segurança e resistência.

Mesmo passando por processos de oxidação, com a tecnologia disponível no mercado, já é possível tornar esses materiais mais resistentes e duráveis, fazendo com que sua aplicação nos projetos seja satisfatória a longo prazo.

Agora que você já entende do assunto, uma dica: independentemente da aplicabilidade, ao investir no produto dê sempre preferência a fabricantes confiáveis, que comercializam produtos 100% certificados, como os da Tubonasa!

Aqui, nos comprometemos a entregar o melhor serviço, comprovando originalidade, procedência, resistência e fabricação da estrutura!

Esse artigo ajudou você? Então não deixe de compartilhar com outras pessoas que possam se interessar e aprender com este conteúdo!

Quer mais dicas? Então o blog da Tubonasa é para você: confira nossos diversos artigos sobre o uso de tubos de aço e mantenha-se sempre atualizado das novidades e informações desse mercado.


VEJA TAMBÉM!

Tubos de Metalon

Tubos de Metalon

Confira uma matéria sobre os tubos de metalon, publicada em um portal...

Estrutura metálica vira arma para sobrevivência do comércio

Estrutura metálica vira arma para sobrevivência do comércio

A busca por clientes e pelo aumento dos lucros é uma batalha...

O que é aço tubular?

O que é aço tubular?

O aço tubular de metalon é caracterizado por ser uma peça oca,...

Qual o melhor material para portão?

Qual o melhor material para portão?

Na hora de escolher um portão para uma casa, espaço comercial ou...

FALE CONOSCO!