Tubulação de gás: tipos, características e normas para voc
  • Avenida Amadeu Poli, 60 - Parque Novo Mundo - São Paulo - SP
  • vendas@tubonasa.com.br

Notícias / Tubulação de gás: conheça os tipos e características para comparar!

tubulação de gás

Por mais que, muitas vezes, a gente não se dê conta da importância, a tubulação de gás desempenha um papel fundamental em nosso cotidiano, sendo parte de uma série de projetos e aplicações que são essenciais no dia a dia.

Geralmente compondo um sistema de dutos e conexões, esse tipo de tubulação é responsável por garantir o fornecimento contínuo de gás natural, propano e outros gases combustíveis, fundamentais para cozinhar, aquecer, gerar energia e muito mais.

Entender como a tubulação de gás opera é essencial não apenas para garantir um suprimento confiável de energia, mas também para manter a segurança de todos os envolvidos em um projeto que recebe os dutos.

Para explicar tudo sobre esse tema para você, ninguém melhor do que a Tubonasa, sua especialista em tubos de aço, para trazer um conteúdo completo sobre tubulação de gás!

Acompanhe abaixo nosso artigo sobre o assunto, para conhecer os principais tipos de tubulação, como escolher a melhor para o seu projeto, e onde encontrar o melhor fornecedor de tubos de aço.

Boa leitura!

Quer saber quais são os principais tipos de tubos de aço? Confira nosso conteúdo sobre esse assunto.

Qual o principal critério na escolha da tubulação de gás?

O primeiro passo para acertar na escolha da melhor tubulação é ter um projeto muito bem definido dentro da demanda a ser desenvolvida.

Isso porque cada projeto possui características e finalidades diferentes, o que vai impactar diretamente na escolha dos tubos, dos materiais utilizados para a fabricação dos mesmos, bem como suas características técnicas e funções.

Ainda, são outros fatores a serem considerados na hora de escolher a tubulação:

  • - seleção de material adequado;

  • - consulta às regulamentações locais;

  • - compreensão do tipo de gás que vai passar ali;

  • - cálculo da capacidade de carga e a pressão de operação;

  • - lembrar-se sempre da importância de checar a durabilidade e vida útil da peça.

O que o projeto deve definir?

Para que a escolha da tubulação faça sentido, compreender bem o projeto que antecede a decisão é fundamental.

É importante destacar que o projeto deve compreender tudo o que vai ser colocado na obra em questão, como os revestimentos, fios e cabos elétricos, acabamentos, e demais itens indispensáveis.

Aproveitando esse gancho, o profissional responsável deve mapear e analisar onde a tubulação de gás vai ser incorporada, bem como por onde ela vai passar, quais gases vai transportar, e considerações afins.

Ter um projeto bem estruturado evita problemas futuros, na entrega da obra e no uso dela, bem como garante a segurança de todos os envolvidos.

São algumas definições importantes de um projeto:

  • destino;

  • traçado;

  • metragem;

  • interferências.


Quais os tipos de tubulação a gás?



Ainda, com um projeto bem definido, fica mais fácil para o responsável pela obra determinar quais dos tipos de tubulações de gás são os mais adequados para uma demanda específica, considerando as finalidades do projeto.

Dentre os tipos de tubulações disponíveis do mercado, as que mais se destacam são as que vamos apresentar na lista abaixo:

Tubos de aço carbono

Esse é um dos materiais mais utilizados para a fabricação de tubos de gás, juntamente aos tubos de PEX e os de cobre.

Devido à versatilidade e à resistência desse material, ele acaba se tornando uma das opções de melhor custo-benefício, e que entrega melhores resultados.

É preciso destacar, ainda, que conforme a NBR 15526, para que um tubo de aço carbono possa ser utilizado para tubulações de gás, devem ser de, no mínimo, classe média, segundo a NBR 5580, ou de classe normal, conforme a NBR 5590.

Ainda, a espessura deve ser correspondente, no mínimo, a SCH40.


Com ou sem costura

Tubos de aço carbono, como também outras categorias de tubos, podem ser com ou sem costura — mas o que significam esses termos?

Os tubos de aço com costura possuem suas duas extremidades soldadas em uma chapa de aço, para que fiquem aptos a serem integrados em projetos nas mais variadas metragens, diâmetros e espessuras.

Já os tubos sem costura são os que não passam por nenhum tipo de soldagem: não possuem junções e são confeccionados por meio de cilindros de aço que, após perfurados, ficam ocos.


Galvanizados

No caso dos tubos galvanizados, estes recebem uma camada de zinco bem fina na peça, para potencializar a resistência do item.

Assim, os tubos feitos nesse processo têm muito mais resistência corrosiva, e podem ser aplicados aos mais variados projetos.


Tubulação de cobre

Para que a tubulação de gás seja toda de cobre, algumas exigências também devem ser seguidas na compra e instalação desses tubos em um projeto.

Os tubos devem ser feitos por soldagem capilar (branda) ou por brasagem capilar (a conhecida solda forte).

As conexões devem ser feitas seguindo a norma NBR 11720, e se aplica para tubos especificados pela NBR 13206.

Tubos de polietileno

Outro material muito utilizado para a produção de tubos que vão estar em tubulações de gás é o polietileno.

Seu acoplamento deve ser feito por meio de soldagem, usando solda por eletrofusão e seguindo as normas ABNT NBR 14463 e NBR 14465.


Tubos de polietileno reticulado (PEX)

Para uma tubulação seguindo o modelo de sistema multicamada, usa-se o polietileno reticulado, ou PEX, resultando em um sistema de tubos, conexões e ferramentas de compressão radial.

Assim, tubos de PEX recebem esse material na sua camada interna e externa e, no meio, adesivo e alumínio.


Qual o melhor material para a sua tubulação de gás?



Para que você faça a melhor escolha em tubos de gás para o seu projeto, é preciso, além de conhecer as principais propriedades de cada um dos materiais, levar em consideração outros fatores, como:


  • - vida útil;

  • - resistência mecânica;

  • - segurança contra vazamentos;

  • - estética em tubulações aparentes;

  • - e demais outros.


Se, depois de uma análise, você constatar que tubos de aço carbono são a melhor opção para o seu projeto, não deixe de conversar com quem melhor entende disso no mercado: Tubonasa tem os itens que você precisa!

Venha conferir nosso catálogo de tubos de aço e comprar com a entrega mais rápida do Brasil!


Conclusão

Agora você já sabe como funciona a tubulação de gás e quais os principais tipos de tubos para escolher na hora de adquirir as peças para o seu projeto.

É fundamental levar em conta uma série de fatores para que seja feita a decisão mais assertiva, uma vez que tubos para gás devem ser resistentes, de alta durabilidade, e que evite manutenções futuras.

Na hora de comprar tubos de aço para o seu projeto, converse com a Tubonasa: estamos há mais de 30 anos no mercado, sendo referência no segmento.

Quer mais dicas e conteúdos? Acesse aqui o blog completo da Tubonasa.


VEJA TAMBÉM!

Conheça os tipos de galvanização e qual o melhor para o seu projeto

Conheça os tipos de galvanização e qual o melhor para o seu projeto

Não sabe quais os tipos de galvanização disponíveis no mercado? Confira nosso...

O que é galvanização

O que é galvanização? Entenda o processo

Tem dúvidas sobre o que é galvanização? A gente te explica tudo...

Consumo de aço deve ser recuperado em 2014

Consumo de aço deve ser recuperado em 2014

O presidente do Instituto Aço Brasil (IABR), Marco Pólo Lopes, disse nesta...

Tubos NBR 5580: por que utilizar?

Tubos NBR 5580: por que utilizar?

Os Tubos NBR 5580 são indicados para a condução de fluidos não...

FALE CONOSCO!